Quando o assunto é “dons”, há sempre uma confusão da diferença entre “Dom (singular) do Espírito Santo” de “Dons (plural) do Espírito Santo”.

O DOM

Pedro respondeu: “Arrependam-se, e cada um de vocês seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos seus pecados, e receberão o dom do Espírito Santo.
Atos 2:38–38

No texto acima, Pedro diz “seja batizado em nome de Jesus Cristo e receba O DOM do Espírito Santo”, ou seja: O próprio Espírito Santo é o dom a qual Pedro está falando. Não tem a ver com “os dons”, mas se referindo ao Dom, que é o Espírito Santo.

OS DONS

Paulo, na sua primeira carta à Corinto, fala:

Por isso, eu lhes afirmo que ninguém que fala pelo Espírito de Deus diz: “Jesus seja amaldiçoado”; e ninguém pode dizer: “Jesus é Senhor”, a não ser pelo Espírito Santo. Há diferentes tipos de dons, mas o Espírito é o mesmo.
1 Coríntios 12.3,4

Normalmente temos entendido errado essa questão de “dons”. Paulo ali está dizendo sobre a diferença de fazer as coisas através do Espírito e não. E frisa que “há diferentes dons, mas o Espírito é o mesmo”. A verdade é que quando entregamos nossa vida à Cristo, recebemos O DOM do Espírito Santo, e Paulo então ensina que tudo que é espiritual é manifestado pelo Espírito e assim são os dons. Em outras palavras, o que digo é que o Espírito Santo tem todos os dons nele e ele, em nós, manifesta através de nós esses dons. Isso faz todo sentindo quando Paulo, mais pra frente, em 1 Corintios 14, diz pra “procurarmos os dons”. Temos em nós todos os dons, pois o Espírito em todos tem todos os dons. E quanto à distribuição dos dons, Paulo deixa claro que é referente à manifestação:

A cada um, porém, é dada a manifestação do Espírito, visando ao bem comum.
1 Coríntios 12:7

E novamente, afirma que os dons são do Espírito:

Todas essas coisas, porém, são realizadas pelo mesmo e único Espírito
1 Coríntios 12:11a

Fica claro, então que “O Dom do Espírito Santo” é o próprio Espírito Santo e “Os Dons do Espírito Santo” são as manifestações do Espírito Santo nas nossas vidas.

Creio que não manifestamos, muitas vezes, os dons do Espírito Santo, por falta de fé ou falta de oportunidade. Um exemplo, é você ir a um hospital visitar um amigo querido, colocar a mão na cabeça dele e orar pra Deus curá-los. Se você fizer isso é por que acredita na possibilidade da cura. O que é isso? O Espírito Santo através de você sinalizando um dos sinais do Reino de Deus. Ou será que alguém crê que “somente quem tem o dom de dura, pode orar por enfermos”? Se temos em nós o Dom do Espírito Santo, temos em nós o dom de cura, que pode ou não ser manifestado em nossas vidas pelo Espírito Santo, para sinalizar o Reino de Deus.

Ao entregarmos nossas vidas a Deus, recebemos o dom, e Ele tem muitos dons, e os manifesta em nossas vidas pra honra e glória do Senhor, afim de sinalizar o Reino de Deus.


Com amor, Tihh ©