Uma coisa todos nós temos igual: nossas diferenças. É, e isso é belo. Acredite. Aceite! Uma das mais belas características dos seres humanos está em serem unanimemente diferentes. O único problema é que poucos de nós sabemos como lidar com isso.

Por que essa necessidade de nos rendermos a um padrão comum só para parecermos normais se, na verdade, normal é sermos diferentes? Não entendo, porque dessa nossa mania de buscar sermos aceitos pelos outros abrindo mão de aceitarmos nosso próprio [e verdadeiro] eu.

Quero enxergar através dos condicionamentos, de maneira mais profunda, além dos testamentos, das obrigações, lições, de uma sociedade falsa, dos nãos travestidos de sims, de mim, de você.

Então vamos juntos fazer dessa semana a maior loucura que já fizemos na vida: ser nós mesmos, apreciando nossa singularidade, sabendo que seremos os únicos assim e desse modo faremos falta se assim não for, pois somos insubstituíveis nesse mundo louco onde todo mundo tentar ser igual, e assim conheceremos nossa plena felicidade, assumindo nossa verdadeira identidade.

Que loucura! Que coragem! Que feliz!


Tihh Gonçalves ©

Publicado originalmente em Mais Café.